Olimpíadas 2020

Nada pode impedir que Olimpíadas sigam em frente, diz COI

vice-presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), John Coates, foi inflexível neste sábado (8) de que nada poderia impedir as Olimpíadas de Tóquio de prosseguir, apesar dos riscos contínuos da COVID-19

Questionado pela AFP se havia algum cenário em que os Jogos Olímpicos, que devem começar em julho, pudessem ser cancelados ou adiados novamente nesta fase tardia, ele respondeu: "Não, não há".

"O primeiro-ministro do Japão disse ao presidente dos Estados Unidos há duas ou três semanas, e ele continua a dizer isso ao COI. Estamos trabalhando com ele [o primeiro-ministro japonês Yoshihide Suga] em todas as medidas de segurança", declarou Coates.

Suga conversou com o presidente americano Joe Biden em abril e enfatizou que está fazendo todo o possível para conter as infecções por COVID-19 e realizar uma Olimpíada "segura e protegida".

Coates, que chefia a Comissão de Coordenação dos Jogos Olímpicos de Tóquio do COI, disse que muito trabalho foi feito para garantir a segurança dos atletas e do público japonês.