Recomende este post!

Fechar

Enviar


Regras do Blog Edson Sombra

1 – Para comentar no Blog do Edson Sombra você poderá informar, além do seu nome completo, um apelido que poderá usar para escrever comentários.

2 – Sempre que comentar no Blog do Edson Sombra você poderá optar por assinar seu comentário com seu nome completo ou com o apelido que escolheu. A publicação do seu e-mail junto com o seu comentário também é opcional.

3 – Serão eliminados do Blog Edson Sombra os comentários que:

      a - Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;

      b - Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;

      c - Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;

      d - Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

      e – Configurem qualquer tipo de cyberbulling.

4 – A publicação de comentários será permanentemente bloqueada aos usuários que:

      a - Insistirem no envio de comentários com insultos, agressões, ofensas e baixarias;

Avisos:
 

1 – No Blog do Edson Sombra, respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados. Pede-se, apenas, que o espaço dos comentários não sirva para bate-papo sobre assuntos de caráter pessoal ou estranhos ao blog;

2 – Ao postarem suas mensagens, os comentaristas autorizam o titular do blog a reproduzi-los em qualquer outro meio de comunicação, dando os créditos devidos ao autor;

3 – A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica.

  • Fechar Enviar
terracap-regularização

Brasil, Brasília - Distrito Federal, 28 de maio de 2017

cartao-brb

Dinheiro lavado. Mais uma lavanderia superinteressante

Dinheiro lavado. Mais uma lavanderia superinteressante
O que uma loja de tapetes tem a ver com uma revendedora de vinhos, uma de carros importados, um restaurante e um bar?
Por Raymundo Duarte - 20/12/2016 - 14:40:37

O que uma loja de tapetes tem a ver com uma revendedora de vinhos, uma de carros importados, um restaurante e um bar?

 

Nada, além da finalidade de lavar dinheiro oriundo de atividades ilícitas.

 

A expressão “lavar dinheiro” surgiu nos Estados Unidos para designar um tipo de falsificação de dólares que incluía colocar as notas na máquina de lavar para que adquirissem aparência de gastas. De lá para cá, a “lavanderia” sofisticou seus métodos. A integração do sistema financeiro mundial permite que os recursos viajem entre contas bancárias de diferentes países em questão de segundos e, assim, o dinheiro sujo acaba incorporado à economia formal.

 

De acordo com o FMI, de 2,5% a 5% do PIB (produto interno bruto) de cada país no mundo têm origem ilícita. No Brasil, isso equivale a um montante de 37,5 bilhões a 75 bilhões de reais, como revela a Revista Superinteressante.

 

Observe-se que esse tipo de comércio não quebra, mesmo a economia estando em baixa. A falência somente ocorre após o término da lavagem de todo o montante ou quando uma operação policial estanca a sangria do dinheiro desviado.

 

Um advogado conhecido em Brasília lava o dinheiro de modo simples: um restaurante discreto, com tira-gosto de codorna, uma loja de vinhos e obras de artes.

 

Compra a garrafa do vinho a 5 euros na França e revende a 60 reais em Brasília, obtendo um lucro fantástico e misturando o dinheiro entocado com o da freguesia.

 

Os quadros nunca perdem valor, têm um mercado ativo. O dinheiro não fica enterrado, mas colado às paredes das casas e escritórios.

 

No restaurante, a mesma coisa, os recursos ilícitos esquentam nas panelas dos chefes e viram matéria mole no consumo da freguesia.

 

No Sudoeste, abriram um bar – famoso por ser frequentado pelas conhecidas “pastinhas” – para fazer circularem moedas que estavam enterradas em um quintal.

 

Já a loja de tapetes e o outro restaurante, especializado em Pato a Pequim, vivem sempre vazios, mas a conta do dono é muito movimentada.

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo: