Recomende este post!

Fechar

Enviar


Regras do Blog Edson Sombra

1 – Para comentar no Blog do Edson Sombra você poderá informar, além do seu nome completo, um apelido que poderá usar para escrever comentários.

2 – Sempre que comentar no Blog do Edson Sombra você poderá optar por assinar seu comentário com seu nome completo ou com o apelido que escolheu. A publicação do seu e-mail junto com o seu comentário também é opcional.

3 – Serão eliminados do Blog Edson Sombra os comentários que:

      a - Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;

      b - Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;

      c - Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;

      d - Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

      e – Configurem qualquer tipo de cyberbulling.

4 – A publicação de comentários será permanentemente bloqueada aos usuários que:

      a - Insistirem no envio de comentários com insultos, agressões, ofensas e baixarias;

Avisos:
 

1 – No Blog do Edson Sombra, respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados. Pede-se, apenas, que o espaço dos comentários não sirva para bate-papo sobre assuntos de caráter pessoal ou estranhos ao blog;

2 – Ao postarem suas mensagens, os comentaristas autorizam o titular do blog a reproduzi-los em qualquer outro meio de comunicação, dando os créditos devidos ao autor;

3 – A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica.

  • Fechar Enviar

Brasil, Brasília - Distrito Federal, 24 de janeiro de 2017

cartao-brb
  • Aedes aegypti

    Goiás terá mais R$ 5,8 milhões para combater Aedes

    O recurso foi garantido em portaria publicada na quinta-feira, dia 29, e deve ser liberado aos municípios em duas etapas

    Por Goiás agora Foto: Reprodução/Divulgação/Facebook - 02/01/2017 - 21:33:10

    Com a chegada do verão, o governo federal intensifica a atuação contra o mosquito transmissor da dengue, zika vírus e febre chikungunya. Para reforçar a prevenção, o Ministério da Saúde vai repassar a todos os municípios brasileiros e ao Distrito Federal R$ 152 milhões extras destinados as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti. Para os 246 municípios de Goiás, serão mais R$ 5,8 milhões.

     

    O recurso foi garantido em portaria publicada na quinta-feira, dia 29, e deve ser liberado aos municípios em duas etapas. Na primeira, R$ 91,2 milhões serão repassados a partir da data da publicação da portaria. Para Goiás, a primeira parcela corresponde a R$ 3,1 milhões. O repasse da segunda parcela está condicionado ao cumprimento de alguns critérios, cujas informações deverão ser consolidas pelas secretarias estaduais de Saúde e repassadas ao Ministério até o dia 30 de junho de 2017.

     

    Para receberem a segunda parcela de R$ 60,8 milhões, sendo R$ 2,3 milhões para Goiás, os municípios deverão: realizar o Levantamento Rápido de Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) para os casos das cidades com mais de dois mil imóveis; já os municípios com menos de 2 mil imóveis deverão realizar o Levantamento de Índice Amostral (LIA); as cidades sem infestação do mosquito deverão realizar monitoramento por ovitrampa ou larvitrampa e, excepcionalmente serão consideradas as metodologias alternativas de levantamento de índices executados pelos municípios, desde que essas informações sejam repassadas ao governo federal.

     

    O Ministro da Saúde, Ricardo Barros, considera de fundamental importância este recurso extra para as ações de prevenção e controle do vetor. “Com este reforço financeiro, os municípios vão poder concentrar ainda mais esforços no combate ao mosquito evitando, assim, a proliferação do mosquito e, consequentemente a transmissão da dengue, vírus zika e chikungunya. A necessidade da realização de levantamentos dos índices de infestação será uma ferramenta fundamental para qualificar as ações de prevenção e controle do mosquito”, reforçou o ministro.

     

    Goiás Contra o Aedes
    No Estado foi criada ação Goiás contra o Aedes. Iniciada, em dezembro de 2015, tem como objetivo erradicar, em Goiás, o mosquito transmissor da zika, dengue, chikungunia e febre amarela. O trabalho é articulado entre SES-GO, Corpo de Bombeiros Militar e prefeituras municipais. Até o momento, mais de 17 milhões de visitas foram realizadas por meio de mobilizações que acontecem, semanalmente, em mais de 246 municípios. Também são usados maquinários específicos para retirada de entulhos e instalação de “ecopontos”, para coleta de pneus, que são um dos principais criadouros do mosquito.

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:

Outros destaques do Entorno de Brasília

radiowebidentidade
Untitled Document
S M T W T F S
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31 1 2 3 4

Brasilia,

Tempestades

20 ºC

92 %

umidade

Intensidade do Vento: 6.44 Km/h