Recomende este post!

Fechar

Enviar


Regras do Blog Edson Sombra

1 – Para comentar no Blog do Edson Sombra você poderá informar, além do seu nome completo, um apelido que poderá usar para escrever comentários.

2 – Sempre que comentar no Blog do Edson Sombra você poderá optar por assinar seu comentário com seu nome completo ou com o apelido que escolheu. A publicação do seu e-mail junto com o seu comentário também é opcional.

3 – Serão eliminados do Blog Edson Sombra os comentários que:

      a - Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;

      b - Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;

      c - Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;

      d - Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

      e – Configurem qualquer tipo de cyberbulling.

4 – A publicação de comentários será permanentemente bloqueada aos usuários que:

      a - Insistirem no envio de comentários com insultos, agressões, ofensas e baixarias;

Avisos:
 

1 – No Blog do Edson Sombra, respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados. Pede-se, apenas, que o espaço dos comentários não sirva para bate-papo sobre assuntos de caráter pessoal ou estranhos ao blog;

2 – Ao postarem suas mensagens, os comentaristas autorizam o titular do blog a reproduzi-los em qualquer outro meio de comunicação, dando os créditos devidos ao autor;

3 – A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica.

  • Fechar Enviar

Brasil, Brasília - Distrito Federal, 28 de julho de 2017

cartao-brb

Regra obriga concursos do DF a cobrar conhecimentos sobre região e Entorno

Regra obriga concursos do DF a cobrar conhecimentos sobre região e Entorno
Deputado autor da proposta diz que intenção é beneficiar candidatos locais. Medida tinha sido vetada por governador, foi promulgada pela Câmara e vale a partir desta terça
Por Graziele Frederico, G1 DF Foto: Reprodução/Divulgação/Facebook - 10/01/2017 - 18:08:51

Os concursos do Distrito Federal deverão cobrar a partir desta terça-feira (10) conhecimentos específicos sobre o DF e o Entorno. A nova regra foi publicada no Diário Oficial e torna obrigatórios conhecimentos sobre a realidade étnica, social, histórica, geográfica, cultural, política e econômica para certames locais.


A proposta é de autoria do deputado distrital Reginaldo Veras (PDT). Ela tinha sido aprovada em junho de 2016, mas foi vetada pelo governador Rodrigo Rollemberg logo em seguida. Os parlamentares, no entanto, decidiram derrubar o veto no final de dezembro, com um conjunto de outros projetos. O governo não informou se iria entrar na Justiça contra a regra.


Procurada, a assessoria do deputado informou que esta foi uma das promessas de Veras na campanha, já que ele é professor e se sente "diretamente ligado a esse tema". No site dele, um texto justifica que em outros estados também são cobrados conhecimentos específicos do local.


A página do parlamentar na internet também argumenta que há um percentual significativo de pessoas de outros estados que tentam os concursos públicos oferecidos pelo DF e que essa seria uma forma de “privilegiar os candidatos locais”.

  • Sergio Oliveira - 11/01/2017

    Quando o jornalista Sergio Porto, conhecido como Stanislaw Ponte Preta, autor, entre outros temas, de o festival do febeapá, ou festival de besteiras que assola o país, escreveu a peça, ainda não conhecia enem existia a câmara legislativa do DF.

    Peças como a do deputado citado entraria no febeapá. Mas não é só, colocar o Cristiano Araújo na comissão de assuntos fundiários, é tão grave quanto as chacinas nos presídios.

    Amigo Sombra, como diria o narrador Silvio Luiz: pelo amor dos meus filhinhos. Tira o tubo! (lembra do quadro do Jô Soares? Pois é. Chega de CLDF, quem sabe uma PEC na câmara dos deputados pela extinção dessa anomalia.

  • Claudio Souza - 11/01/2017

    Bem, como este deputado é eleito pelo voto dos brasilienses, não é de espantar tal medida restritiva e, por óbvio, idealizada para beneficiar alguns em detrimento de outros, o que é um absurdo de tal monta que carece de comentários adicionais. Tomara que, mais uma vez, o governador vete tal estapafúrdio. Somos todos brasileiros!

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo: